ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+
Acessibilidade | Alto Contraste | Mapa do site | Libras | Tamanho da fonte: A- | A+

NOT͍CIAS Início >

Queda do FPM preocupa prefeitosQueda do FPM preocupa prefeitos

Publicado em 26/07/2013, Por Messias Sobrinho

Em função da queda dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios,( FPM) que o governo federal vem realizando, com cortes nos valores mês à mês desde o começo do ano, tem deixado os municípios brasileiros em condições ainda mais difícil de governar. Mirassol D’oeste que não é um caso a parte, vem enfrentando a situação com criatividade, mas já sente que é necessário adotar algumas medidas para continuar cumprindo com suas obrigações. O prefeito Elias Leal 1º Secretário, juntamente com o prefeito Chiquinho do Posto de Juscimeira que é o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios vão discutir sobre quais caminhos devem tomar neste momento , os prefeitos estão pagando pelas incertezas da economia nacional,e reduzir custos é o mesmo que tirar ou reduzir serviços públicos, o fato é até quando os municípios irão ficar calados enquanto os limites mínimos se exauri. Os números estão aí, em abril o município recebeu de Brasília R$ 1.208.390.49 enquanto que no mês passado 06/2013 o repasse foi de R$ 1.004.856.76 ou seja mais de 200 mil reais a menos nos cofres do município, sem falar que a previsão para o mês de julho a queda deverá ser ainda maior. Estima-se algo em torno de 300 à 350 mil reais em relação ao mês de junho. É o governo federal que faz cortes para pagamento das restituições do IR- Imposto de Renda,é o governo do estado que tem investido em Cuiabá que é uma das sede da copa do mundo, e assim quem vai pagando a conta é o cidadão que precisa essencialmente dos serviços básico do município.




Compartilhar:



CLIMA E TEMPO