ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+
Acessibilidade | Alto Contraste | Mapa do site | Libras | Tamanho da fonte: A- | A+

NOT͍CIAS Início >

Prefeito dá posse aos membros do Conselho Curador da FMS Samuel Greve de Mirassol DOestePrefeito dá posse aos membros do Conselho Curador da FMS Samuel Greve de Mirassol DOeste

Publicado em 20/02/2013, Por

Prefeito dá posse aos membros do Conselho Curador da FMS “Samuel Greve” de Mirassol D´Oeste Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2013 - 19:00:55 O Conselho Curador da Fundação Municipal de Saúde “Samuel Greve” de Mirassol D´Oeste, tomou posse na última sexta-feira, (15/02), em reunião no Paço Municipal “Miguel Botelho de Carvalho”. A solenidade contou com a presença do prefeito, Elias Leal (PSD), da secretária de Saúde, a enfermeira Sandra Horn Cruz, vereadores, secretários municipais e representantes de várias entidades. A curadoria é a instância máxima deliberativa da entidade e a Portaria nº 074 de 15 de fevereiro de 2013 nomeou o Conselho formado por 07 representantes da prefeitura instituidora da FMSSG –, da câmara municipal, conselho de saúde, da cidade, além de um funcionário escolhido entre os empregados e servidores cedidos à fundação. A presidência do Conselho Curador é indicação do prefeito, que se reveza no comando da instituição a cada 2 anos. Neste biênio o presidente é Valdeir de Sousa Nascimento. Criada pela Lei Complementar nº 127 de 04 de fevereiro de 2013, a Fundação Municipal de Saúde “Samuel Greve” integra a administração pública Indireta do Município, vinculada a Secretaria Municipal de Saúde, compondo a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) e terá por finalidade a execução e prestação de serviços de saúde ao Poder Público Municipal, incluindo-se o fornecimento de suporte técnico e operacional, com atendimento médico de urgência e emergência, e as atividades hospitalares, destinadas, preferencialmente, aos usuários do sistema SUS moradores de Mirassol D´Oeste e Microregião Jauru. Será uma fundação pública de direito privado, sem fins econômicos. Terá autonomia gerencial, patrimonial, orçamentária e financeira, e quadro de pessoal próprio, constituído por servidores cedidos e funcionários concursados e contratados pela CLT. Será fiscalizada pelo sistema de controle interno do Município, pelo Ministério Público Estadual e pelo Tribunal de Contas do Estado. O orçamento previsto para 2013 é de R$ 2,3 milhões.




Compartilhar:



CLIMA E TEMPO