ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

NOTÍCIAS Voltar >

Outubro Rosa: Secretaria de Saúde de Mirassol adere a Campanha contra o Câncer de Mama Outubro Rosa: Secretaria de Saúde de Mirassol adere a Campanha contra o Câncer de Mama

Publicado em 02/10/2013, Por Assessoria de Imprensa

Outubro Rosa alerta a importância do diagnóstico do câncer de mama O nome do projeto remete à cor do laço que simboliza mundialmente a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas, e instituições públicas. Iniciado na década de 90, nos Estados Unidos, vários estados tinham ações isoladas de realizações de mamografia e de detecção do câncer de mama no mês de outubro. Em 2008, o Outubro Rosa chegou ao Brasil por iniciativa da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama. A secretaria de Saúde de Mirassol D´Oeste,durante este mês de outubro estará informando a população sobre a prevenção primária do câncer de mama, onde as próprias mulheres poderão realização a palpação de suas mamas e procurar as unidades de saúde do município para tirarem suas dúvidas. Também serão distribuídos laços na cor rosa aos funcionários da prefeitura e unidades de saúde solicitando que usem esse símbolo, ao longo de outubro, como um alerta à importância da prevenção ao câncer de mama. “Esses tipos de ações são fundamentais para alertar as mulheres sobre a importância da prevenção ao câncer de mama, além do acompanhamento médico regular que possibilitará o diagnóstico precoce e tratamento adequado, aumentando as chances de cura”, De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama é o segundo tipo mais freqüente no mundo e o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. Ainda segundo dados do Instituto, no Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. O câncer de mama é relativamente raro antes dos 35 anos e, acima dessa faixa etária, sua incidência cresce rápida e progressivamente. As estatísticas indicam aumento de sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.




Compartilhar: FACEBOOK

CLIMA E TEMPO