ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

NOTÍCIAS Voltar >

Mutirão de limpeza recolhe mais de 40 toneladas de entulho em MirassolMutirão de limpeza recolhe mais de 40 toneladas de entulho em Mirassol

Publicado em 04/02/2016, Por Assessoria de Imprensa Augusto Simões

No último  mutirão de limpeza realizado - 14 a 21 de dezembro de 2015 - revelou números assustadores de acúmulo de lixo em Mirassol D´Oeste de acordo com o relatório apresentado pela vigilância ambiental nesta quinta-feira ( 04 ): foram ao todo 40 viagens dos caminhões carregados de resíduos que acumulam água, ou seja, mais de 40 toneladas onde o objetivo foi acabar com possíveis criadouros do mosquito da dengue em diversos bairros trabalhados.

Um trabalho feito através da Secretaria de Obras e Vigilância Ambiental, uma parceria que deu certo e que levou também os moradores da cidade e colaborar com a separação de tudo o que era lixo de acordo com o Secretário de Obras Amarildo Pedro do Nascimento: " foi uma oportunidade para que os moradores jogassem fora aquilo que não tinha mais serventia e evitassem doenças, inclusive, dengue."

Além do acúmulo de lixo, foram recolhidos grandes resíduos, como geladeiras, fogões e sofás velhos, que os moradores deixaram na porta das residências. A quantidade de resíduos foi maior do que  se esperava, mas se conseguiu finalizar a limpeza na cidade. Agora, se espera  que os moradores se conscientizem e não permitam a criação de novos acúmulos de lixo em suas residências, pois, mais que nunca a guerra contra a dengue e o vírus da zika que é prejudicial a gestantes e recém nascidos( microcefalia ) em Mirassol D´Oeste está declarada.

Para Jucilene Serrão - Coordenadora da Vigilância Ambiental a consciência da população ajuda para que mutirões como este sejam realizados com mais frequencia e melhorando assim, a qualidade de vida da população: " é muito importante esse tipo de ação coletiva por isso, para a população é essencial que  tenham esse conhecimento, essa consciência de responsabilidade social, trabalhando pelo bem da comunidade em que moram como um todo”, concluiu.




Compartilhar: FACEBOOK

CLIMA E TEMPO